Terça-feira, 23 de julho de 2024
informe o texto

NEGÓCIOS

Ex-secretário de Mauro 'arremata' contratos de empresas de segurança em crise em MT

 

 

O ex-secretário e homem de confiança de Mauro Mendes (União), o coronel Eduardo Henrique de Souza, arrematou 243 contratos de três empresas de segurança da Capital que decretaram falência no começo deste ano. Pelo direito de continuar a prestação de serviço e ainda ficar com os equipamentos de segurança, ele irá pagar R$ 250,1 mil.

O coronel aposentado foi chefe da Casa Militar na gestão de Mendes durante o ano de 2021. Ele acompanha o gestor desde quando ele foi prefeito de Cuiabá, quando liderou a Secretaria Municipal de Ordem Pública.

Souza arrematou em um leilão as contas das empresas MJB Vigilância e Segurança Ltda, MJB Comércio de Equipamentos Eletrônicos e Fortsec Comércio e Prestação de Serviços que prestam serviços para instituições como o Bradesco, a Caixa Econômica Federal, o Ministério Público do Estado (MPE) e o Instituto Federal de Educação de Mato Grosso (IFMT), além de condomínios e concessionárias. 

Das três, apenas a MJB Vigilância e Segurança está em recuperação judicial. Para não ficar em débito com os contratantes, foi negociado através do Judiciário a venda por meio de leilão de um lote com 243 contratos de monitoramento e vigilância remota. A maior parte deles, 157 contratos, é da Fortseg.

Desde fevereiro a prestação de serviços vem sendo mantida através de decisões judiciais. Mesmo com a venda dos contratos, as empresas ainda prestarão mais 30 dias de trabalho, até que o novo dono dos contratos assuma o serviço.

 

 
Sitevip Internet