Terça-feira, 23 de julho de 2024
informe o texto

NEGÓCIOS SUSPEITOS

Polícia Civil de SP abre dois inquéritos contra empresa de Deolane

 

A Polícia Civil de SP instaurou dois inquéritos para investigar a Bezerra Publicidade, empresa em que Deolane Bezerra é sócia. A advogada e influencer é acusada de crime contra as relações de consumo e associação criminosa. A investigação por 'negócios duvidosos' foi revelada pelo SBT.

A polícia investiga a empresa de Deolane por movimentar quase o triplo do valor permitido pelo Simples Nacional. Segundo informações do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), a Bezerra Publicidade movimentou R$ 13 milhões em um ano, o limite para empresas nessa modalidade é de R$ 4,8 milhões.

O inquérito foi aberto pela mesma delegacia que cumpriu mandado de busca e apreensão na mansão de Deolane, no condomínio de Alphaville, no dia 14 de julho. As irmãs de Deolane, Daniele e Dayanne Bezerra também são investigadas. 

A Polícia de SP também comunicou a abertura de um terceiro inquérito para apurar se a influenciadora teria comprado carros de pessoas ligadas a duas empresas de transporte públicos da capital paulista --a Upbus e a Qualibus. Segundo a Polícia, as empresas seriam controladas por membros do PCC.

A reportagem do Terra procurou a equipe de Deolane para obter o posicionamento da influenciadora, mas ainda não recebeu resposta.

Deolane se revoltou em julho

Deolane Bezerra se manifestou em suas redes sociais após a polícia ir em sua casa em Alphaville, em São Paulo, para fazer a apreensão de joias e um carro de R$ 1 milhão.

A advogada, DJ e influenciadora digital é alvo de uma investigação por participação de influencers em publicidades para a empresa Betzord — que atua no segmento de apostas esportivas.

No Stories do Instagram, Deolane gravou alguns vídeos em que aparece ao lado de um avião após voltar de uma viagem e afirmou que não estava preocupada com a investigação da polícia.

'Gente do céu, acabei de descer do avião e meu celular está estourado. Vou ver tudo que estão falando a meu respeito mais uma vez. É, Brasil, é sobre isso. Ter opinião política, ser verdadeira e trabalhar honestamente muitas vezes gera isso, né? Mas vamos para mais um processo', declarou.

Ainda no vídeo, ela ironizou o fato de que o sucesso lhe trouxe dinheiro, mas também alguns processos. 'Deolane, o que você ganhou depois da fama? Processos. Um bocado, mas vamos para cima, né? Sou brasileira e não desisto nunca. Bora pra luta', completou.

Entenda o caso

Em junho foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa de Deolane Bezerra, a pedido do Ministério Público de São Paulo.

A investigação é sobre suposto crime contra a economia popular e associação criminosa, que indica lavagem de dinheiro.

Durante a operação, foram apreendidos um Porsche e uma Land Rover Evoque 2021/2022, sete cadernos/agendas com anotações, quatro notebooks, registros de contabilidade, dois relógios da marca Rolex e dois da grife Bvulgari (segundo a investigada, os itens seriam cópias) e um celular iPhone 13 Pro Max. Um dos carros vale cerca de R$ 1 milhão.

A lavagem estaria se dando principalmente na compra e venda de veículos de uma loja chamada Mille, localizada no Tatuapé, Zona Leste da capital paulista.

 

 
Sitevip Internet