Domingo, 14 de abril de 2024
informe o texto

R$ 80 MIL

Empresário procura Justiça para acertar 'calote' na compra de restaurante

Um empresário de Cuiabá procurou a 9ª Vara Cível da Capital para tentar acertar o 'calote' dado na compra de ações do Restaurante Kaza, no bairro Consil. Ele deve R$ 80 mil para os sócios, que deveriam ter sido pagos até 4 de novembro deste ano.

Segundo o próprio investidor confessou, em outubro deste ano foi firmado o contrato para comprar 60% das ações do restaurante. Na assinatura, deveria ser pago R$ 150 mil e em novembro mais R$ 80 mil em dinheiro. No entanto, ele alega a 'existência de obstáculos fatídicos e jurídicos' para pagar a parcela e que agora quer quitar o débito.

O empresário então se propôs a pagar parte do valor, R$ 28,8 mil. 'Sabe-se que, nos caso em que o credor age com falta de iniciativa em receber o crédito ou recusa em recebê-lo, estando em lugar desconhecido ou ainda, havendo duvidas pelo devedor sobre a legitimidade para recebimento, caberá a consignação em pagamento', explicou o juiz Gilberto Bussiki.

O pagamento será realizado por meio de depósito judicial, para que seja conferido o valor, em um prazo de até cinco dias, a contar da publicação no Diário de Justiça.

 
Sitevip Internet