Quarta-feira, 22 de maio de 2024
informe o texto

CRIME COM FARDA

PM demitido por participar de quadrilha tenta voltar ao cargo e receber aposentadoria

Demitido da Polícia Militar por crimes como formação de quadrilha e tráfico de drogas, o ex-cabo N.A. tenta na Justiça ser reintegrado ao cargo e voltar a receber a aposentadoria, que ele recebeu por apenas dois meses e depois acabou exonerado. Essa é a segunda tentativa do ex-militar para reverter a punição.

Ele foi demitido em maio de 2018, quase quatro anos após ter sido preso em flagrante por estar junto com outros três policiais - um civil e dois militares - com um caminhão cheio de produtos eletrônicos de procedência duvidosa.

Além do caminhão, eles usavam uma viatura descaracterizada que acompanhava a 'entrega' do caminhão. Nesse carro, foram encontrados mais aparelhos eletrônicos como televisões e liquidificadores, além de droga escondida embaixo do banco.

Os envolvidos chegaram a alegar que os produtos haviam sido apreendidos e seriam levados para a delegacia após uma ação policial. No entanto, apesar dos argumentos, nenhum dos superiores foi informado da tal apreensão.

Em decisão publicada no Diário de Justiça de 30 de novembro o juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, Especializada em Justiça Militar, afirmou que um mesmo processo do ex-militar, com os mesmos argumentos tramitou na vara em 2019.

'(...) ação com mesmas partes, mesmas causas de pedir e mesmo pedido, sendo que, na ação originária, este Juízo julgou improcedentes', enfatizou o magistrado ao extinguir a segunda ação sem resolução de mérito.

Enquete

Qual aspecto considera mais crucial para melhoria do Cuiabá no Brasileirão?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet