Quarta-feira, 22 de maio de 2024
informe o texto

BREAKING

Americanas declara dívidas de R$ 40 bilhões e deve pedir recuperação judicial

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu uma medida de tutela de urgência cautelar para a Americanas nesta sexta-feira (13.01). A decisão acata um pedido feito pela própria companhia após a descoberta de um rombo bilionário,  divulgado na última quarta-feira (11.01) em um fato relevante.

No pedido de tutela, a companhia afirma que o rombo pode “no vencimento antecipado e imediato de dívidas em montante aproximado de R$ 40 bilhões”. A empresa ainda alega que “as inconsistências contábeis exigirão reajustes nos lançamentos da Companhia, o que poderá impactar nos resultados finais divulgados nos respectivos exercícios anteriores, com alteração do grau de endividamento da empresa”.

A Americanas tem um prazo de 30 dias para avaliar se é o caso de entrar com pedido de recuperação judicial.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, do Globo, a decisão do juiz Paulo Assed, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, suspende toda e qualquer possibilidade de um bloqueio, sequestro ou penhora de bens da empresa, assim como adia a obrigação da Americanas de pagar suas dívidas até que um provável pedido de recuperação judicial seja feito à Justiça.

No documento, o BTG, por exemplo, credor da Americanas, já “declarou o vencimento antecipado” de dívidas “em montante superior a R$ 1,2 bilhão”.

Na decisão, Assed escreve que é “justificável o deferimento da medida, com vistas a evitar o exaurimento de todos os ativos da companhia, por credores altamente qualificados, em detrimento dos demais credores, e, principalmente, da própria manutenção da atividade econômica”.

Enquete

Qual aspecto considera mais crucial para melhoria do Cuiabá no Brasileirão?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet