Domingo, 14 de abril de 2024
informe o texto

BREAKING

Americanas declara dívidas de R$ 40 bilhões e deve pedir recuperação judicial

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu uma medida de tutela de urgência cautelar para a Americanas nesta sexta-feira (13.01). A decisão acata um pedido feito pela própria companhia após a descoberta de um rombo bilionário,  divulgado na última quarta-feira (11.01) em um fato relevante.

No pedido de tutela, a companhia afirma que o rombo pode “no vencimento antecipado e imediato de dívidas em montante aproximado de R$ 40 bilhões”. A empresa ainda alega que “as inconsistências contábeis exigirão reajustes nos lançamentos da Companhia, o que poderá impactar nos resultados finais divulgados nos respectivos exercícios anteriores, com alteração do grau de endividamento da empresa”.

A Americanas tem um prazo de 30 dias para avaliar se é o caso de entrar com pedido de recuperação judicial.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, do Globo, a decisão do juiz Paulo Assed, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, suspende toda e qualquer possibilidade de um bloqueio, sequestro ou penhora de bens da empresa, assim como adia a obrigação da Americanas de pagar suas dívidas até que um provável pedido de recuperação judicial seja feito à Justiça.

No documento, o BTG, por exemplo, credor da Americanas, já “declarou o vencimento antecipado” de dívidas “em montante superior a R$ 1,2 bilhão”.

Na decisão, Assed escreve que é “justificável o deferimento da medida, com vistas a evitar o exaurimento de todos os ativos da companhia, por credores altamente qualificados, em detrimento dos demais credores, e, principalmente, da própria manutenção da atividade econômica”.

 
Sitevip Internet