Segunda-feira, 17 de junho de 2024
informe o texto

OPERAÇÃO GRÃOS DE AREIA

Envolvidos em desvio de cargas têm novo pedido de liberdade negado em MT

Três envolvidos no desvio de cargas de soja e milho, presos na Operação Grãos de Areia, em julho de 2022, tiveram novamente o pedido de revogação de prisão preventiva negado. Dois deles alegaram excesso de prazo na prisão e o terceiro que precisava da revogação para tratamento médico.

Sobre o excesso de prazo, o juiz Jean Bezerra, da 7ª Vara Criminal, enfatizou que a denúncia foi recebida em agosto de 2022 e a audiência de instrução está marcada para os dias 03, 04 e 05 de abril, ou seja, não há 'constrangimento ilegal por excesso de prazo'.

Já sobre o terceiro réu, que está preso no Complexo Penal do Paraná, o magistrado argumentou que ele recebe o atendimento necessário dentro da unidade. 'Não obstante, aportou aos autos relatório médico atualizado do paciente, ora réu, comprovando que ele recebe o tratamento adequado no âmbito do Complexo Médico Penal do Paraná, conforme documentos juntados'.

A Operação Grãos de Areia teve como alvo uma quadrilha especializada no furto de cargas destinadas à exportação que agia principalmente na região Sul de Mato Grosso. Eles retiravam parte das cargas para revenda e substituíam o material por areia.

Participavam também do esquema os motoristas dos caminhões, que levavam os veículos para o local onde o material era trocado. Segundo as investigações, cada carga gerava um lucro de cerca de R$ 100 mil.

 
Sitevip Internet