Segunda-feira, 17 de junho de 2024
informe o texto

OPERAÇÃO 10º MANDAMENTO

Justiça manda soltar 4 do Comando Vermelho e retira tornozeleira de 'RH' da facção

A juíza Ana Cristina Mendes determinou a retirada da tornozeleira eletrônica de Wanderson Pinheiro de Souza, mais conhecido como 'Caju', integrante do Comando Vermelho responsável pelo cadastramento de novos membros da fação, como uma espécie de 'recursos humanos'. Além dele, outros 37 réus tiveram o equipamento retirado e quatro conseguiram reverter a prisão preventiva.

O grupo cumpria medidas desde março de 2018, quando foi deflagrada a Operação 10º Mandamento, que teve como alvos integrantes que planejaram ataques em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) como disparos contra a Delegacia da Mulher, além de jogar um coquetel molotov na casa de um policial penal e incendiar viaturas do sistema socioeducativo.

'Caju', que era chefe do RH do Comando Vermelho era quem articulava o pagamento das mensalidades dos membros e criava códigos para que eles se comunicassem sem chamar a atenção da polícia. Segundo as investigações, ele chegou a confeccionar camisetas para dar aos novos membros da facção.

'Os acusados estão submetidos as ordens judicias deste processo há mais de 04 anos e dada a complexidade do feito a elaboração da sentença demandará uma apuração acurada dos fatos, o que, indubitavelmente causará demora na sua finalização', diz trecho da decisão que favorece os membros da facção.

 
Sitevip Internet