Segunda-feira, 20 de maio de 2024
informe o texto

CRISE DA CARNE

Justiça 'fecha' frigorífico em recuperação judicial; mais de 100 família perdem empregos

Oficial de justiça esteve na sede do Frigorífico Vale do Araguaia Carne Ltda, em Nova Xavantina (653 km de Cuiabá), na manhã desta quinta-feira (30), para cumprir mandado de lacração da empresa, expedido pelo juiz da 4ª Vara Cível de Rondonópolis, Renan Carlos Leão Pereira do Nascimento. O cumprimento da decisão vai atingir cerca de 140 famílias que dependem economicamente da empresa para sobreviver. O que corresponde a quase 20% da movimentação econômica de Nova Xavantina.

A defesa do frigorífico protocolou na justiça documento para que o oficial de justiça se abstenha de impedir o funcionamento das empresas em plena atividade. Já que as empresa Vale do Araguaia tem autonomia e atividade própria, e não pode ser inviabilizada em razão da lacração determinada no âmbito da Recuperação Judicial convolada em Falência.

Há um grupo empresarial que reúne as empresas:  Vale Do Araguaia Carne, Centro Oeste Comércio Atacadista De Carne Ltda, Frigorífico Nova Carne Eireli e Carne Brasil Atacado Ltda. 

Mas apenas as duas últimas, Nova Carne e Carne Brasil é que tiveram sua recuperação judicial convolada em falência. As empresas ficam no mesmo endereço. 

No pedido da empresa, a defesa relata que as empresas sadias devem permanecem em atividade, uma vez que estas têm autonomia e atividade própria e que não podem ser inviabilizadas em razão da lacração determinada no âmbito da Recuperação Judicial das empresas Nova Carne e Carne Brasil.

As demais empresas do Grupo não podem ser simplesmente lacradas, sem que haja qualquer decisão neste sentido, pois geraria prejuízo irreversível não só à coletividade de credores, mas também ao Grupo Econômico.

Enquete

Qual aspecto considera mais crucial para melhoria do Cuiabá no Brasileirão?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet