Quinta-feira, 25 de julho de 2024
informe o texto

MENSALINHO NA ASSEMBLEIA

Justiça cancela audiência de ex-deputada filmada recebendo propina no Paiaguás

MPE exige que ex-parlamentar devolva R$ 11 milhões

Foto: Reprodução

Justiça cancela audiência de ex-deputada filmada recebendo propina no Paiaguás
Sob o argumento de que não teve acesso à documentos sigilosos do processo, a ex-deputada estadual Luciane Bezerra conseguiu cancelar a audiência que estava marcada para 25 de outubro. Ela é acusada de ter recebido R$ 2,4 milhões entre 2011 e 2015 do ex-governador Silval Barbosa no esquema que ficou conhecido como "mensalinho".
 
Segundo denúncia do Minsitério Público Estadual (MPE), a ex-parlamentar recebeu dinheiro do então governador para aprovar projetos de interesse da gestão, além das contas anuais. Foram R$ 2,4 milhões divididos em parcelas mensais. Após sofrer juros e correção monetária esse valor foi atualizado para R$ 9 milhões.
 
O MPE pediu à Justiça que ela devolva aos cofres públicos R$ 11 milhões. Luciane foi está entre os parlamentares que foram gravados recebendo propina pelo ex-chefe de gabinete de Silval, César Correia.
 
Além de Luciane estão na lista dos que foram gravados recebendo dinheiro os ex-deputados Wagner Ramos, Gilmar Fabris, Oscar Bezerra, Carlos Azambuja, Airton Português e Ezequiel Fonseca. Inicialmente o valor mensal era de R$ 40 mil, valor que foi aumentado para R$ 50 mil.
 
Na audiência que foi cancelada seriam ouvidas as testemunhas. Em sua defesa ela convocou o marido, Oscar Bezerra, além do ex-senador Osvaldo Sobrinho, a prefeitura de Aripuanã, Seluir Peixer (PSDB), o promotor de Justiça Clóvis de Almeida Júnior, entre outros.
 
O caso veio à tona quando Silval Barbosa fechou o acordo de delação premiada e entregou à Justiça vídeos que flagraram o momento em que os deputados receberam uma das parcelas do "mensalinho". Segundo o ex-governador, os valores eram pagos para que eles fiscalizassem menos as ações do Executivo, principalmente em relação às obras da Copa do Mundo de 2014.
 
Sitevip Internet