Quinta-feira, 30 de maio de 2024
informe o texto

MORTES NA CASERNA

Sargento que matou policial comete suicídio dentro de Batalhão da PM em MT

Gabriel Castella chegou a se despedir da tropa antes de atirar na própria cabeça

O sargento da Polícia Militar, Gabriel Castella Cardoso, acusado de matar o também sargento William Nascimento na noite deste sábado (21) cometeu suicídio no início da noite deste domingo (22) em São José do Rio Claro. O militar estava detido no Batalhão da PM da cidade desde que cometeu o crime.

Segundo informações, o militar foi autorizado a ir ao seu carro buscar algum objeto. No carro, ele pegou uma arma. Em seguida, se despediu da tropa e atirou contra a própria cabeça.

O policial deixou um filho com necessidades especiais. Segundo um dos policiais do batalhão de São José do Rio Claro, desde sua detenção Gabriel Castella estava com pensamentos suicidas.

Gabriel Castella Cardoso estava detido pelo assasinato de William Nascimento. Informações preliminares apontam que os dois militares tiveram um discussão prévia neste sábado, durante a prisão de um grupo de criminosos. 

No período da noite apenas Gabriel estava de serviço. Ele ficou detido desde o crime.

Com a confirmação de um suicídio dentro do batalhão, a cúpula da Segurança Pública exonerou o tenente-coronel Cristiano Vasconcelos do comando do Batalhão da PM de São José do Rio Claro.

A Corregedoria da Polícia Militar investigará a morte de William e o suicídio de Gabriel.

Enquete

Qual aspecto considera mais crucial para melhoria do Cuiabá no Brasileirão?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet