Segunda-feira, 17 de junho de 2024
informe o texto

POLÊMICA

​Deputado de MT cobra ministério por reunião com integrante do CV

Luciane Farias é condenada a 10 anos de prisão e esposa de maior líder de facção no Amazonas

Foto: Reprodução

​Deputado de MT cobra ministério por reunião com integrante do CV
O deputado federal Coronel Assis (União-MT) teceu duras críticas ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, que recebeu em reunião, mulher de um dos líderes do Comando Vermelho. Luciane Barbosa Farias é condenada a 10 anos de prisão por diversos crimes e esteve em reunião no ministério em março deste ano. 

“Quando achamos que não dava para piorar, fica ainda pior. A esposa de um dos maiores integrantes do Comando Vermelho esteve no Ministério da Justiça e Segurança Pública por duas vezes. Esposa de umas pessoas mais perigosas do país, que foi condenado duas vezes, e é recebida no Ministério da Justiça. Vamos, eu e outro deputados convocar o ministro Flávio Dino para prestar esclarecimentos”, afirmou o deputado. 

Assis ainda declarou que isso é mais um episódio do “desgoverno Lula", contrariando o verdadeiro desejo do povo brasileiro que é segurança.
  
Luciane é esposa de Clemilson dos Santos Farias, conhecido como “Tio Patinhas”, e que é considerado um dos líderes do Comando Vermelho no Amazonas. O casal foi condenado por lavagem de dinheiro, associação para o tráfico e organização criminosa, ele a 31 anos em regime fechado, e ela a 10 anos, mas responde em liberdade. 

“O ministério chegou a pronunciar que não conseguiu identificar quem era Luciane, algo que é facilmente encontrado com uma pesquisa rápida na internet. Então, se não é capaz de algo simples, imagina quanto a algo complexo que é o combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas? É por isso, que o ano já está acabando e até agora nada de efetivo por parte do ministério para tratar com seriedade esse tema considerado fundamental”.
 
Sitevip Internet