Quinta-feira, 25 de julho de 2024
informe o texto

ELEIÇÕES 2024

Primeira-dama reforça apoio a Garcia e 'coloca' Botelho mais próximo do PSD

Deputado federal e presidente da AL travam disputa interna por candidatura ao Palácio Alencastro

A primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, usou as redes sociais para demonstrar a preferência pelo deputado federal Fábio Garcia (União) na disputa interna do partido para a prefeitura de Cuiabá. Garcia concorre com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, a indicação do partido pelo Palácio Alencastro.

O governador Mauro Mendes, presidente do União em Mato Grosso, ainda tenta articular critérios para definir o imbróglio. A última sugestão foi de uma pesquisa qualitativa, o que acabou sendo rechaçado por Botelho, que admite deixar a sigla caso "os critérios para escolha do candidato não sejam justos".

Por meio das redes sociais, a primeira-dama destacou que a cidade precisa de um gestor de verdade à frente da administração municipal e que não há nome melhor para esta missão do que o de Garcia.

Na postagem, Virgínia ressaltou que o perfil dos demais pré-candidatos se assemelha ao do atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB). “O perfil dos outros candidatos é o mesmo do Emanuel: populista, clientelista e”” esse perfil está fragilizado”.

Ela lembrou também que Fabio, diferentemente do que adversários tentam atribuir a ele, é um político com grande capital político e preparo para administrar Cuiabá. “Ele é o deputado federal mais votado entre os eleitos de Mato Grosso, com 98 mil votos, ex-senador, presidente de comissão no Congresso, duas universidades, enfim, de longe o mais preparado”.

Ao se manifestar nas redes sociais, Virgínia publicou um vídeo do analista político Vinícius de Carvalho. Ele afirmou que o chefe da Casa Civil é o candidato com maior potencial para vencer a eleição à Prefeitura de Cuiabá no ano que vem. Na avaliação de Vinícius, além de ter um grande capital político, o perfil técnico e de gestor, marcas de Garcia, é o mais desejado pela população após a gestão de Emanuel, marcada por uma série de problemas.

SAÍDA DE BOTELHO

A preferência da família Mendes - Mauro também já admitiu ter compromisso em apoiar Garcia - fortalece a saída do deputado Eduardo Botelho do União. O destino mais provável é o PSD.

Hoje, o presidente da Assembleia lidera as pesquisas de intenção de voto à prefeitura. Botelho afirmou em entrevistas recentes que deve definir seu futuro partidário até dezembro, pois assim, tanto ele quanto Garcia poderão articular junto a outros partidos o projeto político para 2024.

"Até dezembro tem que haver uma oposição. Quem é o candidato, quem não é, e quem quiser sair que saia, foi que o governador falou, então que assim seja", disse.
 
Sitevip Internet