Quinta-feira, 25 de julho de 2024
informe o texto

FATAL

Turista de MT registra raio caindo no RJ; guia morre

Karlla Conceição e o marido faziam trilha na Pedra da Gávea

Foto: Reprodução

Turista de MT registra raio caindo no RJ; guia morre
A turista Karlla Conceição Araújo da Silva, de 26 anos, de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, gravou o momento em que um raio cai e mata o guia de turismo Leilson Souza, de 36 anos, neste domingo (19). Ela e o marido eram acompanhados pelo profissional durante uma trilha na Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro. Veja vídeo acima.

Karlla mostrava a paisagem da região. Nas imagens gravadas, é possível ver Leilson (com mochila verde e boné preto) se afastando do grupo para uma das pontas da localidade Cadeirinha. Segundos depois, um raio o atinge.

Em entrevista ao g1, Karlla contou que chegou ao Rio de Janeiro há uma semana com seu marido, e que este seria o último passeio do casal, antes de retornar para Mato Grosso nesta segunda-feira (20).

A turista disse que todos do grupo foram informados da chance de chuva na tarde de domingo, mas que decidiram continuar pelo tempo ser inconstante.

O guia, segundo ela, tinha cerca de 10 anos de experiência, e afirmou que o tempo muda de uma hora pra outra e que o passeio poderia acontecer, pois, apesar da previsão, poderia não chover.

"No meio do caminho começou a chuva, uma garoa. Ele (o guia) perguntou se queríamos continuar e todo mundo decidiu que sim. O guia disse que tinha a chance de chegar no final e ter uma vista com sol", disse.

Após a queda do raio, Karlla relatou momento de pânico e desespero. Segundo ela, o irmão do guia, que está fazendo curso para seguir a mesma profissão, cuidou dos turistas e levou todos de volta para a cidade.



No total, o passeio a Pedra da Gávea dura duas horas de subida e outras duas horas na descida, e alterna entre trilha e uso de corda de rapel.

"Foi desesperador. Eu só sabia chorar e a gente entrou em desespero total. Eu queria descer mas ao mesmo tempo tinha medo, porque podia cair mais raio. A nossa corda teve que ficar, porque como ele estava sentado na beira, tinha chance de ele cair para frente", conta.

A turista ainda disse que todos do grupo sentiram o impacto no momento que o raio caiu. Karlla chegou a ligar para o resgate, mas não conseguia falar. O marido dela fez a ligação e chamou os bombeiros.

Um helicóptero foi usado para remover o corpo.

Nas redes sociais, Leilson postava registros de passeios na Pedra da Gávea e em outras montanhas.
 
Sitevip Internet