Terça-feira, 23 de julho de 2024
informe o texto

BARBARIDADE

Diarista tem casa incendiada e é executada com cinco tiros; ex-marido é suspeito

O suspeito teria ficado insatisfeito com o novo relacionamento da ex e efetuado disparos após ir a casa dela

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Diarista tem casa incendiada e é executada com cinco tiros; ex-marido é suspeito
A diarista Sueli Terezinha Matoso, de 50 anos, foi executada, no final da noite desta segunda-feira (29), e teve sua casa incendiada na cidade de Itaperuçu, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso e, conforme o delegado Gabriel Fontana, o ex-marido da vítima é suspeito do crime.

Em entrevista à Banda B nesta terça-feira (30), Fontana comentou que o caso está sendo tratado, em um primeiro momento, como um feminicídio. A equipe foi até o local, no bairro Butieirinho, após receber uma denúncia anônima.

"Chegando lá, a equipe se deparou com a vítima mulher, com cinco disparos de arma de fogo, cuja residência também foi incendiada. As informações preliminares levantadas no local dão conta de que o ex-marido dessa mulher estaria insatisfeito com o novo relacionamento dela, foi até o local para conversar, quando efetuou os disparos e botou fogo na casa." - Gabriel Fontana, delegado.


Após o crime, o suspeito fugiu, segundo Fontana.

A equipe, em diligências na região, tentou encontrá-lo, mas não obteve sucesso. Ele está foragido no momento. Por ser um local calmo, que não tem muito movimento, não há muitas câmeras de segurança.
-Gabriel Fontana, delegado.

diarista Itaperuçu

A Polícia Civil busca denúncias da população que ajudem a elucidar este crime e encontrar o suspeito de matar esta diarista em Itaperuçu, por meio do número (41) 3652-2395.
 
Sitevip Internet