Domingo, 21 de abril de 2024
informe o texto

ELEIÇÕES 2024

Mauro descarta influenciar apoio de Virgínia a Botelho: 'ela tem sua autonomia'

Governador, no entanto, negou qualquer atrito entre a esposa e o presidente da Assembleia

Foto: Reprodução

Mauro descarta influenciar apoio de Virgínia a Botelho: 'ela tem sua autonomia'
O governador Mauro Mendes (União) evitou comentar se sua esposa, Virgínia Mendes, entrará "de corpo e alma" na campanha do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, à prefeitura de Cuiabá. Virgínia não escondia a preferência pelo secretário da Casa Civil, Fábio Garcia, que travava uma disputa interna com Botelho pela indicação do partido.

Ontem, o próprio Botelho revelou que conversou com a primeira-dama e assegurou que ela estará lhe apoiando. "Eu e a primeira-dama já conversamos por telefone e marcamos de nos reunir quando ela chegar de viagem. Ela deve me ligar para avisar. Ela disse estar pronta para essa conversa, pronta para juntos construirmos um projeto para Cuiabá e, inclusive, pronta para ir para a rua pedir votos para o Botelho", disse o deputado.


Já nesta quinta-feira, o governador contou que a esposa é independente e tem autonomia para tomar suas decisões sobre apoio político. Ele lembrou ainda que a primeira-dama enfrentou recentes problemas de saúde que atrapalharam a participação na sua campanha à reeleição.

"Virgínia é uma pessoa que tem autonomia, muita capacidade, muita personalidade, e vontade de fazer as coisas. Quando a saúde dela permite, ela vira um furacão para trabalhar", enfatizou o chefe do Executivo estadual.

Apesar da escolha por Botelho ter diso sua, já que tinha a prerrogativa de como presidente estadual do União Brasil de definir a candidatura em Cuiabá, o governador negou que influenciará sobre a participação da esposa na campanha.

"Os problemas que ela já teve e tem, é uma mulher muito forte e guerreira. Mas é uma decisão dela, não é minha. Eu a respeito como esposa, mãe dos meus filhos, mas acima de tudo respeito ela como mulher, que tem sua independência, sua capacidade,  tem sua autonomia", observou. 

Mauro ainda negou qualquer atrito entre Virgínia e presidente da Assembleia. "Ela já demonstrou que não tem nenhum problema com Botelho, já conversou com ele e tenho certeza que em algum momento ela vai decidir aquelo que ela julgar mmelhor de acordo com conhecimento e consciência dela", finalizou. 
 
Sitevip Internet