Sexta-feira, 19 de abril de 2024
informe o texto

ELEIÇÕES 2024

Pátio tenta afastar Silva da 'esquerda' para fortalecer seu pré-candidato a prefeito de Rondonópolis

Prefeito e deputado do MDB têm histórico político ligado ao 'cacique' Carlos Bezerra

Foto: Arquivo

Pátio tenta afastar Silva da 'esquerda' para fortalecer seu pré-candidato a prefeito de Rondonópolis
O atual prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio (PSB), decidiu tentar confundir o eleitorado e gravou um vídeo com o objetivo de emplacar que o deputado estadual Thiago Silva, militante reconhecido da juventude do MDB em Mato Grosso, seria fruto de uma "união da direita contra Paulo José", nome do PSB e de Pátio na disputa por sua sucessão. A intenção é isolar Silva e criar caminho para o crescimento de Paulo, hoje patinando nas pesquisas.

A fala do prefeito, contudo, não faz sentido por dois motivos históricos: a primeira é que Thiago bebeu da mesma fonte que o próprio Pátio e nasceu fruto das ideias do cacique Carlos Bezerra, há décadas formando militantes no MDB e que recentemente disse em evento partidário que "sempre esteve unido", ou seja, ajudando o Governo (de Pátio) e que "seguirá junto de Thiago" (projetando futura gestão).

O próprio Pátio já se autointitulou diversas vezes como aluno da "escolinha de Bezerra", de onde saiu por uma questão de conveniência e luta de poder com o próprio chefe do MDB. Mesmo em outros partidos, contudo, o atual prefeito segue colocando em prática os ensinamentos que teve do veterano, tanto que é apontado junto do próprio Bezerra como os dois políticos mais "lulistas" de Mato Grosso.

Os históricos de Thiago e Pátio estão ainda ligados por diversos outros fatos além da origem partidária e de formação política. Silva iniciou sua carreira na vida pública mais ativa, ainda antes de ser vereador, como o chefe da "sala do empreendedor" na primeira gestão de Pátio como prefeito. Analistas políticos locais, inclusive, classificam a personalidade política de Thiago como uma espécie de cruzamento entre Pátio e Bezerra.

O atual prefeito tanto sabe que Thiago não é seu adversário ideológico, mas sim alguém que busca votos dentro dos seus redutos, que agiu nos bastidores e acuou o jovem emedebista em 2020, quando Bezerra queria já lançá-lo a prefeito.

Para viabilizar a reeleição, Pátio enviou emissários, tirou Thiago da jogada e aí sim conseguiu nadar de braçada sozinho no eleitorado esquerdista, se garantindo mais quatro anos no poder.
 
Sitevip Internet