Terça-feira, 21 de maio de 2024
informe o texto

CRIME BÁRBARO

Terceiro envolvido em latrocínio de motorista de app em MT é preso em hotel

Outros dois suspeitos morreram em confronto com o Gefron em Cáceres

Foto: TV Vila Real

Terceiro envolvido em latrocínio de motorista de app em MT é preso em hotel
Foi preso na manhã desta quarta-feira (03), escondido em um hotel em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), o terceiro suspeito de envolvimento no latrocínio do motorista de aplicativo Willames Assunção da Silva, de 39 anos, encontrado morto numa região de mata às margens do rio Lira na última terça-feira (02).

Outros dois suspeitos de envolvimento no crime morreram em confronto com o Gefron, em Cáceres (220 km a oeste de Cuiabá), ainda nesta terça-feira (02), identificados como Eduardo de Moraes Albino, de 16 anos, e Jean Patrick Rodrigues, de 18 anos.

Segundo a Polícia Civil, as investigações indicam que realmente se trata de um crime de latrocínio, praticado pelos três suspeitos já identificados. Ainda conforme o delegado, o crime ocorreu em decorrência de uma dívida dos suspeitos com uma organização criminosa, mas a vítima não teria nenhuma ligação.


“Conforme apurado, os criminosos estariam devendo dinheiro a uma facção criminosa e precisavam pagar essa dívida. De modo aleatório, escolheram o motorista de aplicativo para ser a vítima do roubo", explicou.

Ao ser detido, o terceiro suspeito confessou a participação no crime e disse ainda que havia escrito uma carta confessando o crime. A carta foi encontrada e apreendida na casa do acusado. "Segundo o depoimento, não houve reação do motorista, mas a ideia de executá-lo já havia sido tomada desde o início do roubo", disse o delegado. O preso afirmou ainda que o motorista foi morto por estrangulamento.

O crime continua sendo investigado a fim de identificar outros possíveis envolvidos no latrocínio.

Enquete

Qual aspecto considera mais crucial para melhoria do Cuiabá no Brasileirão?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet