Terça-feira, 23 de julho de 2024
informe o texto

R$ 31,2 mil

​Empresário de Cuiabá foge da Justiça e se nega a pagar condomínio

Foram realizadas tentativas de resolução administrativa, porém o empresário se nega a pagar o montante.

Foto: Reprodução

​Empresário de Cuiabá foge da Justiça e se nega a pagar condomínio
Um empresário que tem loja em Várzea Grande, mas mora em um prédio no Centro de Cuiabá, é procurado pela Justiça para quitar uma dívida de R$ 31,2 mil de taxas de condomínio atrasadas. Esse é o valor que ele devia em junho de 2017, mas que deve ser atualizado pelo Judiciário na sentença.

Segundo o síndico, o morador do Edifício Nicolina de Oliveira deixou de pagar as taxas de condomínio. Foram realizadas tentativas de resolução administrativa, porém o empresário se nega a pagar o montante, o que fez com que os administradores entrassem com a ação.

Como o homem não foi localizado em sua casa, o juiz Alexandre Dias Filho, da 8ª Vara Cível, determinou que a citação seja feita por edital, para que depois ele não possa alegar não estar ciente do processo. 

"Citada(o), por edital, e certificado a não manifestação no prazo legal, desde já, em consonância com o art. 72°, §2°, do Código de Processo Civil, nomeio como curador especial o Defensor Público que atua perante esta Vara", diz trecho da decisão.
 
Sitevip Internet