Quinta-feira, 25 de julho de 2024
informe o texto

EM FLAGRANTE

Mulheres são presas pela Polícia em Cuiabá por golpe de R$ 16 mil na venda de veículo

Uma das suspeitas disse que vendeu a conta bancária por R$ 400,00 para movimentar o dinheiro do golpe

Foto: Reprodução

Mulheres são presas pela Polícia em Cuiabá por golpe de R$ 16 mil na venda de veículo
Duas mulheres foram presas em flagrante, nesta terça-feira (09), pela equipe da Delegacia Especializada de Estelionatos e Outras Fraudes de Cuiabá, após envolvimento em um golpe que causou um prejuízo de R$ 16 mil a uma vítima na compra de um veículo.

A vítima procurou a delegacia e contou que na terça-feira estava negociando a compra do veículo com o dono do carro e também manteve diálogo, ao mesmo tempo, com o intermediário da venda. Foi pedido à vítima para olhar o veículo e, caso gostasse, deveria fazer o Pix com o pagamento na conta que o intermediário informasse.


A vítima, de 51 anos, acreditando na transação e com as conversas em consonância, fez o pagamento no valor de R$ 16.400,00 uma conta em nome de uma mulher.

Ao tomar conhecimento do golpe, a equipe da Delegacia de Estelionatos fez diligências e chegou à identificação da mulher que recebeu o dinheiro. Ao ser localizada no trabalho, em uma loja de roupas infantis, a suspeita de 22 anos confirmou o recebimento do valor e disse que ‘vendia’ a conta por R$ 400 reais para receber dinheiro de golpes.

Ela informou ainda que outra mulher, de 32 anos, foi quem comprou a conta. A segunda suspeita foi localizada em uma empresa de venda de alho.

As duas foram detidas em flagrante e encaminhadas à delegacia, onde foram autuadas pelo crime de estelionato. A investigação prossegue para identificar outros envolvidos no golpe do falso intermediário.

A Polícia Civil orienta a população a fica atenta a anúncios ‘vantajosos’ de venda e sempre verificar a origem do produto a ser adquirido.


Uma pesquisa realizada em 2023, pela empresa Silverguard, fintech especializada em segurança digital e proteção de dados, apontou que quatro, entre cada 10 brasileiros, já sofreram tentativa de golpes com uso do Pix e destes, 22% caíram nos golpes.

Para auxiliar a população em como proceder em casos de fraudes por meio eletrônico e evitar possíveis situações de estelionato, a Polícia Civil de Mato Grosso criou um canal exclusivo de orientação rápida e objetiva.

O projeto reúne a atuação das unidades especializadas no combate a golpes, especialmente em ambiente virtual – Delegacia Especializada de Estelionato de Cuiabá, Delegacia Especializada de Estelionato de Várzea Grande e Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos, e tem como ideia central divulgar as informações de maneira fácil para que as vítimas tenham acesso rápido e saibam como proceder em casos de golpes ou fraudes eletrônicas.
 
Sitevip Internet