Imprimir
Imprimir Notícia

GILSON NASSER

25/01/2024 - 08:29 | Atualizada: 25/01/2024 - 09:54

Trabalhador rural é esquartejado e tem corpo jogado em rio de MT

Fábio Vaites de Aguiar, de 27 anos, foi morto e esquartejado nesta quarta-feira (24) em Sorriso. As partes de seu corpo foram encontradas boiando numa fazenda no Rio Teles Pires, na MT-242, entre Sorriso e Ipiranga do Norte.

A cena, segundo peritos da região, hoje considerada a mais violenta de Mato Grosso, era chocante. Os braços e pernas da vítima não foram encontrados. A cabeça estava separada do corpo, mas foi localizada pelos trabalhadores rurais.

O corpo foi reconhecido pela mãe por conta de uma tatuagem nas costas. Ela disse que havia visto o filho pela última vez no sábado.

#BANNER#
A mãe contou que o filho trabalhava numa fazenda e havia recebido um dinheiro do patrão no sábado. Após isso, voltou para casa e saiu novamente, numa bicicleta.

Desde então, não foi mais visto ou entrou em contato. A situação gerou maior preocupação na segunda-feira, quando ele não apareceu no trabalho.

Ela afirmou que o filho bebia 'socialmente', mas não garantiu que ele não consumia entorpecentes. 

#BANNER#
O caso foi registrado e é investigado pela Polícia Civil. Além disso, agentes manterão buscas às outras partes do corpo.

 A suspeita é de que o crime tenha sido cometido por integrantes de facção criminosa. Hoje Sorriso tem uma disputa entre três organizações: Primeiro Comando da Capital (PCC), Comando Vermelho e Tropa Castelar.
 
 Imprimir